Memória da FASP-RJ

MEMÓRIA DA FASP-RJ

FEDERAÇÃO DOS SERVIDORES DO ESTADO DA GUANABARA,

POSTERIORMENTE: FEDERAÇÃO DAS ASSOCIAÇÕES E SINDICATOS DOS SERVIDORES PÚBLICOS NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

FUNDAÇÃO: 25.10.1961

Na verdade temos na Fundação da FASP-RJ, nos idos tempos de 1961, mais precisamente em 25.10.1961, das Associações em destaque, SUAS FORMADORAS, ressaltando destas duas: O Centro Beneficente Pereira Passos e a Sociedade dos Amigos Pedro Ernesto. Dois Centros Médicos do então Distrito Federal, sediado no Rio de Janeiro, capital e seu Distrito Federal. Ainda, outras Entidades tais como: Caixa Beneficente e Auxiliar dos Empregados Municipais; Associação dos Despachantes do Estado da Guanabara; Caixa de Socorro do Estado da Guanabara; Associação dos Professores do Ensino Médio Oficial do Estado da Guanabara; Associação dos Servidores do Departamento de Rodagem do Estado da Guanabara; Sociedade dos Médicos Funcionários do Estado e União dos Educadores do Estado da Guanabara, os seus reais fundadores.

Destas Entidades destacamos os seus Presidentes nas figuras de Alziro Angione; Leodergade Laje Sayão; Levi Angione; Arthur da Motta Pereira; Valder estudch; Alcides Ferreira de Souza; José Serpa Monteiro Junior, que formaram a primeira Diretoria provisória, com duração de trinta dias, quando a partir de então estaria em pleno funcionamento a Federação, cujo destino seria congregar as diversas Entidades embrionárias que passariam daquele momento histórico em diante, a formarem aquela que hoje constitui-se a FASP-RJ.

Destacamos nas Entidades abaixo, aquelas que vieram nos primeiros momentos congregar a Federação nos seus primeiros anos de existência.

ENTIDADES:

Associação Brasileira de Inspetores de Alunos no Estado da Guanabara; Associação dos Despachantes do Estado da Guanabara; Associação dos Professores do Ensino Médio Oficial do Estado da Guanabara; Associação dos Professores Técnicos Secundários do Estado da Guanabara; Associação dos Servidores do Departamento de Rodagem do Estado da Guanabara; Caixa Beneficente e Auxiliares dos Empregados do Municipais; Caixa de Socorro dos Operários do Estado da Guanabara; Centro Beneficente Pereira Passos do Estado da Guanabara; Sociedade Amigos do Dr. Pedro Ernesto do Estado da Guanabara; Sociedade Beneficente dos Empregados do Estado da Guanabara; Sociedade dos Médicos dos Funcionários do Estado da Guanabara; União dos Educadores do Estado da Guanabara; Associação dos Artífices e Arte Técnicas do Estado da Guanabara; Associação dos Motoristas e Mecânicos do Estado da Guanabara; Associação dos Professores de Educação Física do Estado da Guanabara; Associação dos Servidores Inativos do Estado da Guanabara; Associação dos Servidores do Departamento de Águas; Associação dos Servidores Inativos dos Três Poderes do Estado da Guanabara; Associação dos Servidores da Limpeza Urbana do Estado da Guanabara; Associação do Sistema Penitenciário do Estado da Guanabara; Casa do Policial do Estado da Guanabara; Centro dos Agentes Fiscais do Estado da Guanabara; Centro dos Comissários de Polícias do Estado da Guanabara;Centro dos Escriturários do Estado da Guanabara; Centro dos Detetives da Guanabara; Círculo Policial Brasileiro do Estado da Guanabara; Clube Municipal; Sociedade dos Engenheiros do Estado da Guanabara; Sociedade dos Empregados do Estado da Guanabara;União dos Funcionários do Estado da Guanabara; União dos Professores Primários do Estado da Guanabara e União dos Servidores Municipal e Estadual do Rio de Janeiro.

Podemos também destacar os nomes de Dirigentes de Entidades que participaram logo após a criação da Entidade Congregadora dos Servidores do então Distrito Federal, os nomes abaixo transcritos, que poderiam também ser considerados como FUNDADORES:

Adalgisa de Araújo; Adriano José Pinto; Affonso Martinelli; Agnelo Ferreira de Araújo; Alcebíades Calixto; Alcides Ferreira de Souza; Almir Ferreira D’Almeida; Alziro José Angione; Anibal Gonçalves; Antônio Mattos Filho; Antônio Carlos Paiva; Antonio Avelino Pereira; Ari Tores Guimarães; Bismart Mariano; Carlos da Silva Rocha; Cecília Costa de Aguiar Castro;Celio leal; Crenilda Motta Pereira; Daniel Pinto Fontora; Elpidio Corrêa da Silva; Emanuel Nunes Guimarães; Ivan Nogueira de Sá; Jaime de Souza Coelho; João de Deus Avelino da Costa; Jorge Serpa Mércer; Jorge Barbosa dos Santos; Jorge Siqueira de Morais; José Ribeiro; José Maria da Mota; José Boeno; José de Olanda Guimarães; Josiléa de Azevedo Faria; Leodergade Laje Sayão; Levi Angione; Manoel Rosas da Silva; Maria Antonietta Borges; Maria Carolina B. Pereira; Mario Pereira de Souza; Mercedes Dantas; Misael Fernandes de Pedroso; Nile Alves de Carvalho; Niro de Souza Pinto; Olavo Martins Mendes; Oldemar da Silva Braga, Paulino Manuel dos Santos; Paulo de Magalhães; Paulo Aquino de Oliveira Lima; Paulo Pereira Reis; Raimundo Viana Filho; Raul Lopes; Siegfrido Rosmer Gottschralek; Syllas de Britto e Waldemar Marques Pitanga.

Efetivamente a Federação registra como seus reais Presidentes eleitos em votações, em dias pré-determinados, conforme determinação de seus Estatutos, os baixos enumerados:

PRINCIPAIS DIRIGENTES:

1º Presidente – Alziro José Angione

2º Presidente – Affonso Martinelli

3º Presidente – Emanuel Nunes Guimarães

4º Presidente – José Vinício Francisco Moreira

5º Presidente – Marcos Vinício Gomes Pedro (desde 29.06.1983)

AÇÕES POLÍTICAS:

- Participou da elaboração do Estatuto do Servidor Público do Estado da Guanabara, que após a fusão, formou o Estatuto e seu Regulamento dos Servidores Civis do Estado do Rio de Janeiro;

- Participou ativamente do processo de Fusão dos Estados da Guanabara e Estado do Rio de Janeiro em 1975;

- Participou ativamente com a 1º greve de Servidores Públicos, da Educação e do Sistema Penitenciário no Estado do Rio de Janeiro, década de 70;

- Participou ainda ativamente para a elaboração da Carta dos Servidores Públicos, pró- constituição de 1988, em Brasília, à pedido da CSPB;

- Cooperou para que fosse implantado no Estado da Guanabara e posteriormente no Estado do Rio de Janeiro em Órgão Paritário de Representação Classista – CRASE-RJ – “Conselho de Recursos Administrativos dos Servidores do Estado”, sendo pioneira nessa defesa dos interesses de Servidores Públicos;

- Congrega Entidades Sindicais e Classistas de todas as áreas das Categorias Profissionais de Servidores Públicos, de suas Fundações, de Autarquias, de Diversos Municípios do Estado do Rio de Janeiro;

- Participa de Seminários e Congressos dentro e fora do País, inclusive na O.N. U com representações coletivas ou individualmente.

Seus principais FILIADOS: são os que na atualidade mantêm a estrutura da Federação das Associações e Sindicatos no atual Estado do Rio de Janeiro.

SINDICATOS:

SIMPAR – Sindicato dos funcionários Públicos Municipais de Paraty; SINDIPERJ – Sindicato dos Previdenciários do Estado do Rio de Janeiro; SINFAZERJ – Sindicato dos Fazendários do Estado do Rio de Janeiro; SINFRERJ – Sindicato dos Fiscais de Renda do Estado do Rio de Janeiro; SPMM – Sindicato dos Professores do Município de Maricá; SSMA – Sindicato dos Servidores Municipais de Araruama; SSPMBP – Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Barra do Piraí; SSSJU-RJ – Sindicato dos Servidores da Secretaria de Justiça do Estado do Rio de Janeiro; UPPES – União dos Professores Públicos no Estado – Sindicato.

ASSOCIAÇÕES:

AAERJM – Associação dos Artífices do Estado do Rio de Janeiro e Município; ABMMERJ – Associação Beneficente dos Motoristas e Mecânicos do Estado do Rio de Janeiro; ACSSERJ – Associação Caixa de Socorro dos Servidores do Estado do Rio de Janeiro; ADEPOL-RJ – Associação dos Delegados de Polícia do Estado do Rio de Janeiro; AFEMARJ – Associação dos Funcionários Estaduais, Municipais e Autárquicos do Estado do Rio de Janeiro; AFP – Associação Federal de Polícia; AFRERJ – Associação dos Fiscais de Rendas do Estado do Rio de Janeiro; AIPERJ – Associação dos Inspetores de Polícia do Estado do Rio de Janeiro; APPEM – Associação dos Professores Públicos de Ensino Médio; ASA-RIO – Associação dos Servidores Administrativos do Grande Rio; ASASPERJ – Associação dos Agentes e Auxiliares de Saúde Pública do Estado do Rio de Janeiro; ASCB – Associação dos Servidores Civis do Brasil; ASCERJ – Associação dos Funcionários Contratados no Estado do Rio de Janeiro; ASFB – Associação dos Servidores Fazendários do Brasil; ASFEM – Associação dos Servidores Federais, Estaduais e Municipais do Rio de Janeiro; ASIPERJ – Associação dos Servidores do Instituto de Previdência do Estado do Rio de Janeiro; ASPEM-RJ – Associação dos Servidores Públicos Estaduais e Municipais do Rio de Janeiro; ASPERJ – Associação dos Servidores Públicos do Estado do Rio de Janeiro.

COLIGAÇÕES:

COLPOL – Coligação dos Policiais do Estado do Rio de Janeiro.

UNIÕES E CIRCULOS DE SERVIDORES:

UECIRJ – União dos Educadores da Cidade do Rio de Janeiro; UFERJ – União dos Funcionários do Estado do Rio de Janeiro; UNIF – União dos Inativos Fluminenses; UNIFLUSP – União Fluminense dos Servidores Públicos; UP – União dos Policiais; UPPES – União dos Professores Públicos no Estado – Sindicato; USEM-RJ – União dos Servidores do Estado e Município do Rio de Janeiro.

CLUBES DE SERVIDORES:

CLUB-ABS – Previdência, Assistência e Turismo; CM – Club Municipal

SEUS PRINCIPAIS CONVENIADOS:

ABASB - Associação Beneficente de Auxílio dos Servidores do Brasil; ABEMFERJ – Associação Beneficente dos servidores Públicos Municipais, Estaduais e Federais do Estado do Rio de Janeiro; ACASAERJ – Associação Caixa de auxílio dos servidores Artesanais do Estado do Rio de Janeiro; ACBSERJ – Associação Caixa Beneficente dos Servidores do Estado do Rio de Janeiro; AFADEMH – Associação dos Funcionários do Departamento de Manutenção Hospitalar; AFAERJ – Associação dos Fiscais da Economia do Rio de Janeiro; AFIASERJ – Associação dos Funcionários do IASERJ; AFPAI – Associação dos Fucionários Ativos e Inativos; AFSPAI – Associação Federal dos Servidores Públicos Ativos e Inativos; AFTERJ – Associação dos funcionários Técnicos do Estado do Rio de Janeiro; AMBSERJ – Associação Mutua Beneficente dos Servidores do Estado do Rio de Janeiro; AMIS – Associação Médica Internacional dos Servidores Públicos do Estado no Rio de Janeiro; AMMB – Associação dos músicos militares do Brasil; ANASP – Associação Nacional dos Servidores Públicos; APERJ- PERITO – Associação dos Peritos do Estado do Rio de Janeiro; APLICA – Associação dos Profissionais licenciados em Ciências Agrícolas; APPAI – Associação Beneficente dos Professores Públicos Ativos e Inativos do Estado; ARTBRAS – Sociedade Assistencial Brasileira; ASAB – Associação dos Servidores Administrativos do Brasil; ASAPERJ – Associação dos Servidores da Administração pública do Estado do Rio de Janeiro; ASEAP-RJ – Associação dos Servidores Estaduais e Agente de Portaria; ASPB - Associação dos servidores Públicos Brasileiro; ASPEMERJ – Associação dos Servidores Públicos Estaduais, Municipais e Aut. do Rio de Janeiro; ASPUB – Associação dos Servidores Públicos do Brasil; ASSERJ – Associação dos Servidores Estaduais do Rio de Janeiro; ASUEM – Associação dos Servidores da União, do Estado e do Município; ATECERJ – Associação dos Técnicos de Comunicação Social do Estado do Rio de Janeiro; CASEMTERJ – Centro de Apoio aos Servidores Estaduais , Municipais e Trabalhadores do Estado do Rio de Janeiro; CBSB – Caixa Beneficente dos Servidores do Brasil; COCBERJ – Caixa dos Oficiais do Corpo de Bombeiros do Estado do Rio de Janeiro; CSB – Casa do Sargento do Brasil; DENTE – CROSS – Assistência Odontológica; LIASI – LEAL – Instituição de Assistência Social ao Idoso; SINCAF – Sindicato Carioca dos Fiscais de Renda; UNASP – União Nacional de Assistência dos servidores Públicos; UNCPS – União Nacional dos contribuintes da Previdência Social; UNSERJ – União dos Servidores e Ex-Servidores do Estado do Rio de Janeiro;

OUTRAS ENTIDADES TAMBÉM FORMADORAS DA FASP-RJ:

CAMCIBRÁS – Caixa de Assistência de militares e Civis do Brasil – Beneficente; CSPB – Casa dos servidores públicos do Brasil; SBEERJ – Sociedade Beneficente dos Empregados do Estado do Rio de Janeiro; SEAERJ – Sociedade dos Engenheiros e Arquitetos do Estado do Rio de Janeiro.

Também fazem parte do Conselho de Representante, como Membros Natos, os servidores abaixo designados, que no correr de suas vidas funcionais, prestaram relevantes serviços às suas Entidades e seus associados, tudo como consta do Artigo 7º do Estatuto da FASP-RJ. Membros que têm direito a voz e voto, quais sejam: Alvaro Ferreira Barbosa; Amando Silveira de Araújo; Célio leal; Francisco Urias Torres; João Rodrigues Romão, Marcos Vinício Gomes Pedro; Paulo de Magalhães e Syllas de Britto.

ATUALMENTE:

Mantém estreito relacionamento com o atual Governo do Estado, com os seus Municípios, procurando incentivar seus servidores a fundarem Associações e Sindicatos para melhor representatividade de suas diversas Categorias Funcionais.

Vem também junto à CSPB – Confederação dos Servidores Públicos do Brasil, envidando esforços para junto com as propostas de Emendas Constitucionais que estão no seu mérito afetando a estrutura básica do Serviço Público no âmbito Federal, Estadual e Municipal, para que possam de certa forma, serem minimizados os seus efeitos danosos para todas as categorias de Serviços Públicos do Brasil.

Rio de Janeiro, 25 de Novembro de2003.

Marcos Vinicio Gomes Pedro

Presidente

MEMÓRIA DA FASP-RJ

Federação dos Servidores do Estado da Guanabara,

Posteriormente

Federação das Associações e Sindicatos dos Servidores Públicos no Estado do Rio de Janeiro.

FUNDAÇÃO: 25.10.1961

Na verdade temos na Fundação da FASP-RJ, nos idos tempos de 1961, mais precisamente em 25.10.1961, das Associações em destaque, SUAS FORMADORAS, ressaltando destas duas: O Centro Beneficente Pereira Passos e a Sociedade dos Amigos Pedro Ernesto. Dois Centros Médicos do então Distrito Federal, sediado no Rio de Janeiro, capital e seu Distrito Federal.

Ainda, outras Entidades tais como: Caixa Beneficente e Auxiliar dos Empregados Municipais; Associação dos Despachantes do Estado da Guanabara; Caixa de Socorro do Estado da Guanabara; Associação dos Professores do Ensino Médio Oficial do Estado da Guanabara; Associação dos Servidores do Departamento de Rodagem do Estado da Guanabara; Sociedade dos Médicos Funcionários do Estado e União dos Educadores do Estado da Guanabara, os seus reais fundadores.

Destas Entidades destacamos os seus Presidentes nas figuras de:

Alziro Angione;

Leodergade Laje Sayão;

Levi Angione;

Arthur da Motta Pereira;

Valder Estudch;

Alcides Ferreira de Souza;

José Serpa Monteiro Junior

Estes compuseram a primeira Diretoria Provisória, com duração de trinta dias, quando a partir de então estaria em pleno funcionamento a Federação, cujo destino seria congregar as diversas Entidades embrionárias que passariam daquele momento histórico em diante, a formarem aquela que hoje constitui-se a FASP-RJ.

Também fazem parte do Conselho de Representantes, como Membros Natos, os servidores abaixo designados, que no correr de suas vidas funcionais prestaram relevantes serviços às suas Entidades e seus associados, tudo como consta do Artigo 7º do Estatuto da FASP-RJ. Membros que têm direito a voto, quais sejam:

Alvaro Ferreira Barbosa;

Amandio Silveira de Araújo;

Célio Leal;

Francisco Urias Torres;

João Rodrigo Romão (Falecido);

Marcos Vinício Gomes Pedro;

Paulo de Magalhães

Syllas de Brito (Falecido)

Mantém estreito relacionamento junto a CSPB (Confederação dos Servidores Públicos do Brasil) e a CNSP (Confederação Nacional dos Servidores Públicos). Congrega Entidades Sindicais e Classistas de todas as áreas das Categorias Profissionais de Servidores Públicos, de suas Fundações, de Autarquias do Estado do Rio de Janeiro, como também de Municípios do Estado. Participa de Seminários e Congressos dentro e fora do País com representações coletivas ou individuais relacionados com o serviço público e o servidor público. Mantém-se no foco de defesa do servidor público nas áreas Municipal, Estadual e Federal.

Rio de Janeiro, 31 de janeiro de 2007.

Marcos Vinício Gomes Pedro

Presidente